O estilo gaúcho de fazer churrasco

Artigos

O estilo gaúcho de fazer churrasco


por ArtMill


Como todos sabem, o churrasco é uma tradição gaúcha, embora tenha se espraiado por todas as querências do país, “gauchamente” falando. No Rio Grande do Sul, o churrasco já faz parte dos domingos, faça chuva ou faça sol, ganhe Grêmio ou ganhe Inter, seja noite seja dia.

Mas afinal, o que é o estilo gaúcho de fazer churrasco?

Como em toda a casa e na maior parte dos prédios da região, já existe um local específico para fazer churrasco. Por isso, os gaúchos costumam usar a boa e velha churrasqueira.

Mais do que da carne, gaúcho gosta do ritual. O domingo de um assador começa cedo. Vai correndo ao açougue de sempre para garantir os melhores cortes, começa a preparar os acompanhamentos e a “beliscar” os aperitivos, põe a água no fogo para o chimarrão, que vai passando de mão em mão até o último convidado se retirar (aliás, dizem que o chimarrão é um ótimo digestivo). Além disso, não pode faltar uma boa música (não necessariamente gauchesca) ou um futebolzinho na TV.

Figura 1 - "Churrasco". Créditos: chicobasto Gaúcho
Fonte: SXC. Disponível em: http://www.sxc.hu/photo/869630 - Acesso em set.2013


Gaúcho que é gaúcho adora churrascadas, mas não necessariamente em churrascarias. Eles gostam mesmo é de preparar o churrasco nas suas casas, mais à vontade, só de alpargatas (engana-se quem acha que gaúcho vive de bombacha). Mas claro que, se a pessoa não tem churrasqueira em casa e nem foi convidado para o churrasco de domingo na casa de alguém, a churrascaria é uma boa pedida. Outras opções são as churrasqueiras portáteis e pré-fabricadas. O que não existem são desculpas para não saborear um bom churrasco.

Além da forma tradicional de se fazer churrasco, existe uma tradição antiga e diferente, na qual se prepara o famoso costelão 12 horas. Resumindo o processo, a costela é temperada apenas com sal grosso, muito sal grosso cobrindo toda a carne. Depois, o assador acende a chama apenas com carvão. O segredo para saber se a temperatura do fogo está ideal é colocar a mão dentro da churrasqueira e contar até 10. A temperatura está OK se ele conseguiu ficar com a mão no fogo. Quando a carne fica menor e os ossos se soltam, o churrasco está pronto. Vale à pena esperar 12 horas para deliciar essa especialidade tão simples e ao mesmo tempo tão particular.

Figura 2 - "Costelão 12 horas" Churrasco Costelão Gaúcho
Fonte: Blog Domingos em Família. Disponível em: http://www.domingosfamilia.blogspot.com.br - Acesso em set.2013

E para fechar com chave de ouro essa refeição, escolha uma sobremesa tipicamente gaúcha: sagú, ambrosia, chico balanceado ou doce de abobora. As opções são tentadoras.

O estilo gaúcho de fazer churrasco nada mais é do que um pretexto para reunir as pessoas queridas em volta da mesa, aproveitando todos os momentos até a carne ficar no ponto.