A importância do churrasco na cultura brasileira

Artigos

A importância do churrasco na cultura brasileira

por ArtMill

O churrasco é mais do que um hábito, é uma marca da cultura gaúcha que, ao longo dos anos, vem ganhando adeptos em todo o Brasil. Mas por que essa tradição vem sendo seguida por um número cada vez maior de pessoas, e tão diferentes umas das outras? Talvez seja pelo fato de o churrasco conseguir reunir as famílias e amigos em volta de um objetivo comum: saborear essa refeição tão especial. Ou você já viu alguém preparar um churrasco para comer sozinho? É raro, não é mesmo?

Esse convívio e essa troca, cada vez mais difíceis de manter na correria do nosso dia a dia, é o que dá um gosto todo especial para o famoso churrasco. As pessoas não pensam duas vezes antes de aceitar o convite, porque, além de uma boa carne, eles gostam de toda a atmosfera em torno do preparo, marcada por generosas garfadas de alegria e confraternização.

Confira algumas dicas para o seu churrasco se transformar no evento mais esperado da semana:

Modo de preparo

O modo de preparo mudou desde a origem do churrasco, quando vaqueiros do Pampa (região que abrange Rio Grande do Sul, Uruguai e norte da Argentina) cortavam um pedaço generoso do boi e o assavam inteiro na brasa, preso a uma vara de pau fincada no chão.

Hoje existem várias formas de preparar um bom churrasco, além da churrasqueira tradicional. Se você não tem churrasqueira em casa, não desista.

Confira essa opção:

Churrasqueiras Portáteis

Churrasqueira ArtMill Guarujá - 1660


Muitos assadores ainda se preocupam em controlar o tempo de virar a carne e acabam perdendo momentos preciosos com seus convidados. Para a sorte deles, a solução é simples: Grelhas, Espetos e Grills Giratórios!

Grelha Giratória Concava - 1441

Grelha Giratória Concava - 1441

Espeto INOX 304 - Trident Giratório Revestido - 7201

Espeto INOX 304 - Trident Giratório Revestido - 7201

ArtGrill Giratório Platinum INOX E-4Tr - 1130

ArtGrill Giratório Platinum INOX E-4Tr - 1130

Acompanhamentos

Como o churrasco combina com quase tudo, fica difícil colocar limites quando o assunto é acompanhamentos. Eles mudam conforme os hábitos de cada família. Maionese, farofa, pão com alho, queijo no espeto, salada verde, salpicão, aipim (ou mandioca), arroz e até abacaxi. Adicione o seu acompanhamento preferido e bom apetite!

Figura 1 - "Grilling Out Today". Créditos: marsy Acompanhamentos
Fonte: SXC. Disponível em: http://www.sxc.hu/photo/817968 - Acesso em set.2013


Temperos

A forma de temperar a carne do churrasco também mudou bastante, desde a sua origem, no século XVII. Nesse período, os tropeiros levavam a carne embaixo da sela do cavalo, conhecida como “carona”. A carne costumava secar na sombra e o suor do boi era o tempero que salgava a carne. Dessa forma, surgiu o charque. Hoje, cada assador tem os seus segredos de tempero, entretanto, o sal grosso não pode faltar. Mas o melhor tempero que pode existir para um churrasco inesquecível ainda é a união de várias paixões: família, amigos, música e futebol.

Figura 2 - "Spices 2". Créditos: bizior Temperos
Fonte: SXC. Disponível em: http://www.sxc.hu/photo/657624 - Acesso em set.2013

Quer acompanhamento melhor?